Centros de Pesquisa se reúnem para melhorar a educação pública em São Carlos

Um projeto inicialmente chamado EduS.Car está reunindo cinco Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) da cidade de São Carlos, São Paulo, apoiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), para trabalhar em ações que melhorem a educação pública.

O primeiro encontro realizado em 10 de novembro contou com representantes do Centro de Excelência em Química Sustentável, Centro de Pesquisa em Matemática Aplicada à Indústria (CeMEAI), Centro de Pesquisa e Inovação em Biodiversidade e Fármacos (CIBFar), Centro de Pesquisas em Óptica e Fotônica (Cepof), Centro de Pesquisa para o Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDFM) e o Centro de Pesquisa, Educação e Inovação em Vidros (CeRTEV). A iniciativa de unir os Cepids surgiu do Acadêmico Edgar Zanotto, coordenador do CeRTEV.

Segundo Zanotto, o projeto visa avaliar detalhadamente a situação de ensino de cerca de 15 escolas públicas de ensino fundamental de São Carlos, propor e acionar ações individualizadas visando modernizar e dar um grande impulso (boost) na abrangência e qualidade de todas, em diferentes graus. Para isso está sendo formada um rede de pesquisadores extremamente experientes da UFSCar e da USP, contando com o apoio e consultoria de autoridades e educadores ligados ao ensino de São Carlos e do Estado de São Paulo, e também empresários.

“Será um projeto de seis anos, no mínimo. O objetivo maior, de longo prazo, é melhorar substancialmente a educação pública do Brasil. Iniciaremos em São Carlos, a Capital da Tecnologia, como um exemplo relevante para este projeto piloto”, afirmou Zanotto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *