Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Russian Spanish

Como a modelagem matemática contribui com soluções para problemas do coração

Como a modelagem matemática contribui com soluções para problemas do coração

Norberto Mangiavacchi, da UERJ, apresentou palestra sobre o tema no ICMC/USP

 

Norberto2

 

30% das mortes no mundo são causadas por doenças cardiovasculares. A matemática tenta minimizar este índice colaborando, entre outras formas, com simulações numéricas de escoamento e transporte em stents farmacológicos. Tema de uma palestra apresentada no ICMC/USP São Carlos com o professor Norberto Mangiavacchi, da UERJ nesta quarta-feira,27.

A apresentação é parte de um trabalho de colaboração internacional com o Professor Sean McKee, da University of Strathclyde Glasglow, com objetivo de desenvolver modelos matemáticos que permitam aprimorar os stents para que se adaptem a cada paciente, explica Norberto.

“Os stents são dispositivos projetados para funcionar como uma malha, a qual, após se expandir, força a abertura do lúmen arterial ocluso pelas placas de gordura e libera o fluxo sanguíneo. Por intermédio da modelagem, a matemática colabora com a melhor geometria ou até mesmo a formulação para liberação de fármacos para o processo de cicatrização das artérias”, explicou o professor, ressaltando a minimização de problemas pós-intervenção.

Segundo ele, a apresentação reestabelece novas possibilidades de parcerias com a comunidade cientifica da USP/São Carlos em torno do tema e outros projetos desenvolvidos em modelagem na área de Mecânica dos Fluidos Computacional.

Norberto foi orientador do pesquisador do CEPID-CeMEAI Fabricio Simeoni de Sousa. “Essa troca de experiências traz conhecimentos em novas aplicações na área de saúde e demonstra os desafios de transformar imagens médicas neste trabalho”, comentou Fabrício.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.