Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Russian Spanish

Eventos

CeMEAI promove Escola de Matemática Aplicada

Evento começou nesta segunda-feira no ICMC da USP

 

Começou na manhã de hoje a Escola de Matemática Aplicada, iniciativa do CEPID - CeMEAI realizada no Icmc Usp que traz problemas da indústria para serem discutidos entre alunos e pesquisadores. Saiba mais sobre o evento: http://goo.gl/6ZeQ0s

Publicado por CEPID - CeMEAI em Segunda, 4 de julho de 2016

 

Começou nesta segunda-feira (4) a Escola de Matemática Aplicada, iniciativa do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI). O evento, que está sendo realizado no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP em São Carlos, conta com três cursos ministrados por professores do Brasil e do exterior e vai até o próximo sábado (9).

"Nós temos três cursos em que os professores vão discutir diferentes problemas, diferentes técnicas, e os estudantes têm a oportunidade de aprender, durante uma semana, com problemas reais", explica José Alberto Cuminato, diretor do CeMEAI. A Escola antecede em uma semana o Workshop de Soluções Matemáticas para Problemas Industriais, que também é organizado pelo CeMEAI e traz problemas de instituições interessadas para que os pesquisadores os estudem. "A escola é um treinamento para o workshop que nós vamos ter na semana que vem com a indústria", salienta o diretor.

Os três cursos estão divididos nos períodos da manhã e da tarde. Pela manhã, o apresentador do curso Mathematical Modelling In Industrial And Applied Mathematics é o professor Jonathan Evans, da Universidade de Bath, no Reino Unido. "O tema do curso é a modelagem matemática com foco em aplicações industriais. Geralmente, existem problemas nas indústrias que precisam de respostas e essas perguntas envolvem informações quantitativas. A ideia do curso é pegar esses problemas, traduzi-los para a matemática, analisá-los e extrair informação que responda às questões propostas", comenta Evans. "A iniciativa é excelente, porque esse é o tipo de interação que é necessária. Iniciativas como essa aproximam a universidade e a indústria, e é assim que se alcança o progresso",  finaliza.

Outros dois cursos são ministrados na parte da tarde: Mathematical Models And The Distance Geometry Problem, dos professores Weldon Lodwick, da Universidade do Colorado, em Denver, e Carlile Lavor, da Unicamp, e Modelagem Estocástica E Quantificação De Incertezas, do professor Rubens Sampaio, da PUC-Rio.

Mais informações sobre a Escola de Matemática Aplicada estão disponíveis no site do evento.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin - Comunicação CeMEAI

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

CeMEAI promove palestra de professor da UFBA

Apresentação de Paulo Henrique Ferreira será na sexta-feira (17)

 

paulo

 

A convite do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), o professor Paulo Henrique Ferreira, do Departamento de Estatística da Universidade Federal da Bahia (UFBA), dará uma palestra na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

A apresentação será nesta sexta-feira (17 de junho), às 14h, na sala 43 do Departamento de Estatística da UFSCar. O evento é aberto ao público e não é necessário fazer inscrição.

Abaixo, seguem o título e o resumo (em inglês) da palestra:

Título: On the classical estimation of bivariate copula-based Seemingly Unrelated Tobit models through the proposed inference function for augmented margins method

Resumo: This work performs the analysis of the bivariate Seemingly Unrelated (SUR) Tobit by modeling its nonlinear dependence structure through copula and assuming non-normal marginal error distributions. For model estimation, the use of copula methods enables the use of the (classical) Inference Function for Margins (IFM) method by Joe and Xu (1996), which is more computationally attractive (feasible) than the full maximum likelihood approach. However, our simulation study shows that the IFM method provides a biased estimate of the copula parameter in the presence of censored observations in both margins. In order to obtain an unbiased estimate of the copula association parameter, we propose/develop a modified version of the IFM method, which we refer to as Inference Function for Augmented Margins (IFAM). Since the usual asymptotic approach, i.e. the computation of the asymptotic covariance matrix of the parameter estimates, is troublesome, we propose the use of resampling procedures (bootstrap methods) to obtain confidence intervals for the copula-based SUR Tobit model parameters. The satisfactory results from the simulation and empirical studies indicate the adequate performance of our proposed model and methods. We illustrate our procedure using bivariate data on consumption of salad dressings and lettuce by U.S. individuals.

 

Leonardo Zacarin – Comunicação CeMEAI

 

Mais informações:

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Íntegra: Pint of Science - Empreendedorismo e universidades: como fazer de São Carlos a capital das startups?

 

A edição de São Carlos do festival Pint of Science, realizado entre os dias 23 e 25 de maio, contou com uma discussão interessante sobre o empreendedorismo entre representantes da Petiko, da Bridge Coworking, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) e do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP. Confira a íntegra do evento:

 

A edição de São Carlos do festival Pint of Science Brasil, realizado entre os dias 23 e 25 de maio, contou com uma discussão interessante sobre o empreendedorismo entre representantes da Petiko, da Bridge Coworking, do IFSP - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo e do Icmc Usp. Confira a íntegra do evento:

Publicado por CEPID - CeMEAI em Terça, 7 de junho de 2016

Veja como foi a segunda edição do festival Pint of Science em São Carlos

 

Entre os dias 23 e 25 de maio, São Carlos recebeu, pela segunda vez, o festival Pint of Science, realizado na cidade pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP em São Carlos com o apoio do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI). A iniciativa tem como objetivo promover debates científicos em bares e restaurantes, ambientes mais descontraídos. Confira como foi o evento:

 

Entre os dias 23 e 25 de maio, São Carlos recebeu, pela segunda vez, o festival Pint of Science Brasil, realizado na cidade pelo Icmc Usp com o apoio do CEPID - CeMEAI. Confira como foi o evento:

Publicado por CEPID - CeMEAI em Quarta, 1 de junho de 2016

Curso do ICMC prepara alunos para a Olimpíada Brasileira de Robótica

Fase regional da OBR será realizada nos dias 11 e 12 de junho em São Carlos

 

Durante todo o mês de abril e na primeira semana de maio, mais de 100 estudantes dos ensinos fundamental e médio de escolas públicas e privadas participaram do curso preparatório para a Olimpíada Brasileira de Robótica, oferecido pelo Icmc Usp com o apoio do CEPID - CeMEAI. Veja como foi o curso:

Publicado por CEPID - CeMEAI em Quinta, 19 de maio de 2016

 

Durante todo o mês de abril e na primeira semana de maio, mais de 100 estudantes dos ensinos fundamental e médio de escolas públicas e privadas participaram do curso preparatório para a Olimpíada Brasileira de Robótica, oferecido pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP em São Carlos com o apoio do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI).

O curso foi dividido em quatro sábados e teve como objetivo fornecer aos alunos os conceitos básicos necessários para tornar mais competitivas as equipes que participarão da Olimpíada. “A OBR é pensada para crianças de todos os níveis e aceita todos os tipos de kits de robótica”, contou Adam Moreira, doutorando do ICMC e um dos árbitros da OBR. Além do CeMEAI e do ICMC, o Centro de Robótica de São Carlos (CRob) também colaborou com o curso, que deixou os alunos bastante animados.

“Eu estou achando bem legal. É um conteúdo de robótica que a gente nunca viu na escola e é bem interessante”, destacou Igor Gonçalves, de 13 anos. O curso também foi novidade para Mateus Muniz, 8. “É uma coisa que eu nunca fiz, é nova para mim e bem legal”, disse.

A professora Roseli Romero, do ICMC, é a organizadora do curso. A pesquisadora do CeMEAI comemorou o crescimento do evento desde a primeira edição. “Já é o terceiro ano que nós estamos organizando tanto o curso preparatório quanto a regional da OBR em São Carlos. E cada ano a gente tem recebido mais equipes. No primeiro ano, nós tivemos 90 equipes participando. No ano passado, o número subiu para 200 equipes e, neste ano, esperamos mais equipes participando da nossa regional”, comentou Roseli.

A organizadora do curso também destacou a animação dos estudantes durante o curso e a importância das aulas para o desenvolvimento dos alunos. “A criançada fica muito empolgada, e isso também nos motiva bastante a continuar realizando esse tipo de iniciativa, porque os alunos aprendem muito. Aprendem noções de hardware, como montagem do robô, conhecimentos dos diversos tipos de sensores existentes, e programação. Eles aprendem conceitos de lógica e isso é muito importante para o desenvolvimento do raciocínio como um todo. Então, o curso acaba ajudando em outras disciplinas da escola”, finalizou.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Pequisador do CeMEAI realizará workshop sobre zumbido no ouvido

Evento internacional irá ocorrer em três cidades paulistas neste fim de semana

 

Entre os dias 20 e 22 de maio, o pesquisador do CEPID-CeMEAI, Iman Ghodrati Toostani, e a professora da Faculdade de Medicina da USP e supervisora do Instituto Ganz Sanches, Tanit Ganz Sanchez, organizam o I International Workshop on Tinnitus Neurocognitive Approach - from diagnostic to rehabilitation. Trata-se de um evento que irá compartilhar informações sobre o projeto multidisciplinar Tinnitus Reabilitação (MTR), que explora abordagens cognitivas para diagnóstico deste distúrbio, popularmente conhecido como zumbido no ouvido, avaliações, modelagens neurais computacionais, mapeamento cerebral e conectividade de rede, realidade virtual, jogos 3D, entre outros temas.

Dados da Associação de Pesquisa Interdisciplinar e Divulgação do Zumbido (APIDIZ) mostram que mais de 28 milhões de brasileiros convivem com o problema. No mundo, segundo a Associação Americana de Zumbido, 20% da população têm o distúrbio. O tema faz parte de uma pesquisa desenvolvida na USP em São Carlos, coordenada pelo professor e também pesquisador do CEPID-CeMEAI, Alexandre Delbem.

O workshop estará dividido em três dias, ocorrendo em cidades diferentes de São Paulo e também no Irã.

 

 

Programação:

20 de maio (sexta-feira): Instituto Ganz Sanchez. Av Padre Pereira de Andrade, 353, Alto de Pinheiros, São Paulo, SP. Telefone / fax: + 5511-30215251; Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e www.institutoganzsanchez.com.br

21 de maio (sábado): USP/São Carlos- Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC). Auditório Fernão Stella de Rodrigues Germano. Telefone: + 5516-33739700; Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

22 de maio (domingo): USP/ Ribeirão Preto- Faculdade de Medicina. Auditório principal. Telefone: + 5516-36021000; Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

20 a 22 de maio: University of Social Welfare and Rehabilitation Sciences. Institute Niandishan Avizheh, Kodakyar Ave, Daneshjo Blvd, Evin, Tehran, Iran, Phone: +9821-22685930; Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Patrocinam o evento a International Brain Research Organization (IBRO), FAPESP, Center for Research in Mathematical Sciences Applied to Industry (CeMEAI), Cognitive Sciences and Technologies Council of Iran (CSTC). FGSco, WHO, Soterixmedical, EGI.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Sobre o Instituto Ganz Sanchez

O Instituto Ganz Sanchez foi fundado em maio de 2009 pela Profa. Dra. Tanit Ganz Sanchez, professora associada da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), coordenadora do Grupo de Apoio Nacional a Pessoas com Zumbido (GANZ) e a principal responsável por várias ações pró-conscientização do zumbido no Brasil desde 1994.

Com larga experiência na abordagem do paciente com zumbido e ciente da carência de serviços especializados, desenvolveu o primeiro centro da América Latina dedicado à assistência médica (investigativa, curativa e preventiva) do paciente com zumbido, à pesquisa de novos tratamentos e à divulgação do conhecimento sobre o sintoma.

O Instituto conta com uma equipe de profissionais especializados, equipamentos modernos e toda infraestrutura necessária para desenvolvimento de pesquisas e para a capacitação profissional.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Venha brindar a ciência na capital da tecnologia

São Carlos terá nove bate-papos gratuitos em três diferentes bares nas noites dos dias 23, 24 e 25 de maio durante o festival Pint of Science

 

1

 

Sentar na mesa de um bar para uma conversa descontraída sobre a epidemia de Zika, o medo da matemática, o desafio de empreender, a psicologia dos games, as mudanças climáticas, o envelhecimento, a inteligência artificial, a comunicação científica e as ondas gravitacionais. Essa é a proposta do Pint of Science em São Carlos, o festival internacional de divulgação científica que acontecerá em três bares da cidade na próxima semana, durante os dias 23, 24 e 25 de maio.

Realizado pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação da USP, em São Carlos, a iniciativa ocorreu pela primeira vez no Brasil no ano passado. A proposta de levar os cientistas para falar diretamente com o público em um ambiente descontraído deu tão certo que várias pessoas procuraram o Instituto para saber como poderiam promover o festival em suas cidades. Resultado: este ano o Pint of Science espalhou-se para mais seis cidades brasileiras e acontecerá na capital paulista, fluminense, mineira e nas cidades de Ribeirão Preto, Campinas e também em Dourados, no Mato Grosso do Sul.

É como se fosse um grande festival de música, em que os artistas se apresentam simultaneamente em vários palcos a cada noite. Só que, nesse caso, os artistas são os pesquisadores e demais participantes convidados para conversar com o público.

Durante as três noites do evento em São Carlos, o público poderá participar gratuitamente de nove debates que acontecerão em três bares: no Beatniks, no Mosaico e no Vila Brasil. A cada noite, a partir das 19h30, três temas atuais serão discutidos (veja a programação completa abaixo). O evento é gratuito e as pessoas só pagarão o que consumirem nos locais em que ocorrerá cada bate-papo. Como não são realizadas inscrições ou reservas antecipadas, para garantir um lugar é preciso chegar antes das vagas se esgotarem.

Em São Carlos, o evento conta com o apoio do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP, e da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Em âmbito nacional, há o patrocínio da Elsevier.

Mais 11 países – Além do Brasil, outros 11 países vão realizar o Pint of Science nos dias 23, 24 e 25 de maio: África do Sul, Alemanha, Austrália, Áustria, Canadá, Espanha, Estados Unidos, França, Inglaterra, Irlanda e Itália. Uma rede global com mais de 100 cidades será construída especialmente para brindar a ciência durante o festival, que começou na Inglaterra em maio de 2013.

A ideia surgiu quando dois pesquisadores do Imperial College London, Michael Motskin e Praveen Paul, organizaram um evento chamado Encontro com pesquisadores em 2012. Nesse encontro, pessoas acometidas por Alzheimer, Parkinson, doenças neuromusculares e esclerose múltipla foram convidadas para conhecer os laboratórios dos pesquisadores e ver de perto o tipo de pesquisa que realizavam. A experiência foi tão inspiradora que os dois decidiram propor um evento em que os pesquisadores poderiam sair de seus laboratórios para conversar diretamente com as pessoas. Nasceu, assim, o Pint of Science, que rapidamente se espalhou pelo mundo.

 
Texto: Denise Casatti – Assessoria de Comunicação do ICMC
Foto: Paulo Arias
 
pos
 
Mais informações
Site do Pint of Science: www.pintofscience.com.br
Youtube: icmc.usp.br/e/ff8f8
 

Contato para esta pauta

Assessoria de Comunicação do ICMC: (16) 3373.9666
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

PROGRAMAÇÃO DO PINT OF SCIENCE EM SÃO CARLOS

 

Segunda-feira, 23/05, às 19h30

 

Terça-feira, 24/05, às 19h30

  • Os games na psicologia e a psicologia dos games. Onde: Beatniks.
  • Envelhecimento: o que acontece com o nosso corpo e como a tecnologia poderá nos ajudar. Onde: Mosaico.
  • Vacas, puns, arrotos e seus efeitos sobre o planeta. Onde: Vila Brasil.

 

Quarta-feira, 25/05, às 19h30 

  • Meu emprego, minha vida: o que muda na era da Inteligência Artificial. Onde: Beatniks.
  • Surfando nas ondas gravitacionais. Onde: Mosaico.
  • Ciência com cor e sabor: comunicação científica, jornalismo literário e suas possibilidades. Onde: Vila Brasil.

Board Meeting ICIAM realizado no Brasil discute pauta até 2023

Reunião encerrou Workshop Internacional organizado pelo CeMEAI em Campinas

 

Terminou no último sábado (7) o Workshop Internacional de Matemática Industrial, organizado pelo CEPID - CeMEAI e que contou com a parceria do Conselho Internacional de Matemática Aplicada e Industrial (ICIAM) e da Sbmac. Saiba como foi o evento: http://goo.gl/X3xYQU

Publicado por CEPID - CeMEAI em Sexta, 13 de maio de 2016

 

Terminou no sábado (7 de maio) o Workshop Internacional de Matemática Industrial, organizado pelo CEPID-CeMEAI e que contou com a parceria do Conselho Internacional de Matemática Aplicada e Industrial (ICIAM) e Sociedade Brasileira de Matemática Aplicada e Computacional (SBMAC).

Durante três dias, dezenas de experiências foram compartilhadas por intermédio de posters, demonstrando resultados de pesquisas inovadoras ou nas apresentações, que trouxeram uma diversidade de resultados obtidos nas mais diferentes áreas de atuação industrial.

O último dia do evento foi dedicado à reunião restrita do ICIAM, onde participam apenas membros do Board Meeting. A presidente do Conselho, Maria Esteban, comentou a pauta da reunião que alinha as ações da sociedade internacional e teve como um dos objetivos principais, discutir sobre os países candidatos para o Congresso em 2023.

Outros assuntos como melhor desempenho dos comitês e financiamentos de eventos em países em desenvolvimentos foram discutidos em Campinas.

Para José Alberto Cuminato, diretor do CeMEAI, o Workshop cumpriu seus objetivos e promoveu o intercâmbio entre as pesquisas feitas nas academias e aplicadas à indústria ao redor do mundo.

 

P 20160507 145509 editadaabertura mesa2

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Palestra sobre Ciência de Dados mostra a estudantes mercado promissor

Eduardo Hruschka divide experiências à frente de Centro de Excelência no Itaú

 

IMG 4662IMG 4675

 

O auditório Prof. Luiz Antônio Fávaro no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC/USP) recebeu, nesta quinta-feira (12), um bom público atento aos conhecimentos e experiências que foram compartilhados pelo professor atualmente afastado do Instituto, Eduardo Hruschka.

Hruschka tem mais de 100 artigos científicos, os quais receberam em torno de 2.000 citações. É gerente e um dos responsáveis pela criação do Centro de Excelência em Ciência de Dados do banco Itaú. “Este Centro irá atender todas as áreas de negócios do banco com análises e soluções que utilizam-se da tecnologia de aprendizado de máquinas”, disse.

Este trabalho junto ao Itaú foi compartilhado com os participantes da palestra que também tiveram uma visão geral da área de Big Data Analytics e algumas de suas aplicações reais de sucesso. O papel do cientista de dados foi discutido, bem como desafios e tendências futuras.

“O mercado é bastante promissor, no entanto, muito exigente. A capacitação exige no mínimo mestrado ou doutorado. E dentro deste contexto, acho importante estar aqui dividindo com o meio acadêmico quais são as oportunidades deste mercado e que tipo de tecnologia ou estudos são necessários”, comentou Eduardo.

Eduardo Hruschka ministrou a palestra a convite de Francisco Louzada, coordenador de Transferência de Tecnologia do CEPID-CeMEAI.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Estatística no esporte será apresentada no IEA - Polo São Carlos

Palestra é para alunos do Clube de Descobertas Matemáticas

 

isports2

 

O Grupo de Modelagem Estatística no Esporte (GMEE), do qual faz parte o pesquisador Francisco Louzada, coordenador de Transferência de Tecnologia do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI) fará, nesta quinta-feira (12), uma apresentação para alunos que participam do Clube de Descobertas Matemáticas. O Clube é um dos projetos criados pela Agência Multimídia de Difusão Científica e Educacional Ciência Web, no Instituto de Estudos Avançados Polo São Carlos da USP.

Até outubro deste ano, sempre às quintas-feiras, das 14h às 16h, um grupo selecionado entre estudantes de ensino médio de escolas públicas de São Carlos e região terá uma série de atividades que vão mostrar a importância da matemática no cotidiano de uma forma divertida e interativa.

“A ideia é mostrar, em uma linguagem compreensível para os estudantes de ensino médio, como a estatística pode ser aplicada no esporte seja na sumarização de dados, na previsão de resultados de jogos ou na detecção de talentos “, contou Louzada.

Participarão da apresentação Adriano K. Suzuki, Pedro L. Ramos, Anderson Ara. O evento será realizado na sala 202 do Instituto de Física de São Carlos (IFSC).

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Página 8 de 12