Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Russian Spanish

Palestras da Extensão do IMECC

Palestra no IMECC esclarece teoremas de Gödel

Apresentação será realizada nesta quarta-feira (18)

 

carnielli

 

Nesta semana, o Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (IMECC) da UNICAMP promoverá as edições mensais do ciclo de palestras "A Terceira Margem" e das exibições de filmes na cIneMatECCa.

Na quarta-feira (18), a partir das 13h, o professor Walter Carnielli, do Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência (CLE) da UNICAMP, apresentará a palestra "Tudo o que você sempre quis saber sobre os teoremas de incompletude de Gödel mas tinha medo de perguntar". Os dois teoremas de incompletude de Kurt Gödel, publicados em 1931, estão entre os resultados mais importantes da ciência contemporânea, com profundas implicações para várias questões sobre a matemática, a lógica e a computação. Os teoremas impõem limites para a demonstrabilidade em teorias formais, no sentido em que qualquer sistema axiomático capaz de conter a aritmética é incompleto ou inconsistente. Um sistema incompleto é aquele em que existem teoremas que podem ser verdadeiros, mas não podem ser demonstrados. Um sistema inconsistente, por outro lado, é aquele que contém contradições. Portanto, se não quisermos contradições, todo sistema axiomático capaz de raciocínios aritméticos deve ser incompleto. Na computação, um resultado análogo devido a Alan Turing mostrou que o processo de buscar teoremas que não podem ser demonstrados é indecidível. A palestra discutirá estas e outras questões relativas à matemática e mostrará como a prova do primeiro teorema de Gödel é essencialmente o Paradoxo do Mentiroso sofisticado, e como a prova do Teorema de Turing usa o argumento diagonal de Cantor.

Já na sexta-feira (20), às 15h30, a atração do Instituto será o filme britânico Enigma, de 2001. A obra se passa na segunda guerra mundial e traz como personagem central o talentoso matemático Tom Jericho, que trabalha para o governo britânico e desenvolve e opera Enigma, uma máquina que permite que os agentes secretos dos Aliados decifrem códigos enviados pelos militares alemães. Porém, em dado momento, os alemães passam a utilizar um novo tipo de código que não pode ser decifrado por Enigma. Ao mesmo tempo, Jericho precisa lidar com o desaparecimento de Claire Romilly, companheira de trabalho pela qual se apaixonou.

As duas atividades serão realizadas no auditório do IMECC e são abertas ao público.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Íntegra - A Terceira Margem: A objetividade do conhecimento nas ciências sociais e a relação com as ciências exatas

 

O Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (IMECC) da UNICAMP recebeu, no último dia 13, o professor Sávio Cavalcante, do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH), para um papo sobre as relações entre as ciências humanas e exatas. Confira a íntegra do evento:

 

A última edição do ciclo de palestras "A Terceira Margem" foi apresentada pelo professor Sávio Cavalcante, do Instituto De Filosofia e Ciências Humanas IFCH - Unicamp. Confira a íntegra do evento:

Publicado por CEPID - CeMEAI em Terça-feira, 26 de setembro de 2017

"A Terceira Margem" aproxima as ciências exatas e sociais

Evento foi realizado na última quarta-feira

 

O Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (IMECC) da UNICAMP recebeu, no último dia 13, o professor Sávio Cavalcante, do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH), para um papo sobre as relações entre as ciências humanas e exatas. Veja como foi o evento:

 

O Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica recebeu, no último dia 13, o professor Sávio Cavalcante, do Instituto De Filosofia e Ciências Humanas IFCH - Unicamp, para um papo sobre as relações entre as ciências humanas e exatas. Veja como foi o evento:

Publicado por CEPID - CeMEAI em Sexta, 15 de setembro de 2017

Palestra no IMECC aborda as relações entre as ciências sociais e exatas

Professor Sávio Cavalcante, do IFCH, será o apresentador

 

savio

Foto: Sala Aberta

 

Na próxima quarta-feira (13), às 13h, o Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (IMECC) da UNICAMP promoverá mais uma edição do ciclo de palestras "A Terceira Margem". O apresentador da vez é o professor Sávio Cavalcante, do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da própria UNICAMP. A palestra falará sobre o problema da objetividade do conhecimento nas ciências sociais e a relação com as ciências exatas. A validação científica do campo sociológico exigiu, desde o início de sua formação no século XIX, uma reflexão a respeito das determinações, alcances e limites do conhecimento que é produzido sobre as relações sociais, em geral, e a sociedade moderna, em particular. A palestra irá apresentar, em linhas gerais, como o objeto e os problemas das ciências sociais incorporam de maneira particular as formulações das chamadas ciências exatas, e discutirá o que podemos esperar da relação entre essas duas áreas de conhecimento.

A cIneMatECCa, ciclo de exibições de filmes do IMECC, também volta nesta semana. Na sexta-feira (15), às 15h30, será apresentado "Contato", de 1997. A obra fala do trabalho da cientista Ellie Arroway, que, após anos de espera, confirma sua teoria sobre civilização extraterrestre ao descobrir como construir uma máquina capaz de fazer viagens intergaláticas. O filme é baseado na obra homônima do astrônomo Carl Sagan, que assessorou a equipe nos aspectos científicos e morreu antes do final das filmagens.

As duas atividades são realizadas no auditório do IMECC e são abertas ao público. Não é necessário fazer inscrição.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Íntegra - A Terceira Margem: A conquista do passado e o espanto do futuro

 

O professor Jefferson Picanço, do Instituto de Geociências (IG) da UNICAMP, foi o apresentador da última edição do ciclo de palestras "A Terceira Margem", do Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (IMECC). Assista à íntegra do evento:

 

O professor Jefferson Picanço, do Instituto de Geociências da Unicamp - Universidade Estadual de Campinas, foi o apresentador da última edição do ciclo de palestras "A Terceira Margem", do Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica. Assista à íntegra do evento:

Publicado por CEPID - CeMEAI em Quarta-feira, 30 de agosto de 2017

No retorno às atividades, "A Terceira Margem" fala de geologia

Palestras foi apresentada por professor do IG

 

Na última quinta-feira, o ciclo de palestras "A Terceira Margem", do Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica​ (IMECC) da UNICAMP, convidou o professor Jefferson Picanço, do Instituto de Geociências (IG), para falar sobre uma breve história das ciências da Terra. Veja como foi:

 

Na última quinta-feira, o ciclo de palestras "A Terceira Margem", do Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica, convidou o professor Jefferson Picanço para falar sobre uma breve história das ciências da Terra. Veja como foi:

Publicado por CEPID - CeMEAI em Terça-feira, 29 de agosto de 2017

Palestra e exibição de filme movimentam o IMECC nesta semana

Eventos serão realizados no auditório do Instituto

 

arrival

 

Depois das férias universitárias, o Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (IMECC) da UNICAMP volta a promover, nesta semana, o ciclo de palestras “A Terceira Margem” (antigas “Palestras da Extensão”) e a cIneMatECCa.

Na quinta-feira (24), às 13h, o professor Jefferson Picanço, do Instituto de Geociências da UNICAMP, contará uma breve história das Ciências da Terra. A palestra “A conquista do espaço e o espanto do futuro” falará sobre como a construção da noção de tempo geológico construiu o mundo em que vivemos. A apresentação também comentará quais seriam os cenários do futuro a partir desta perspectiva e envolve a noção de tempo longo, em contraposição ao tempo curto da narrativa bíblica.

Já na quinta-feira (25), às 15h30, a cIneMatECCa apresentará o filme “A Chegada”, de 2016. A produção de ficção científica traz a história de naves alienígenas que chegam a algumas cidades do mundo e, com a intenção de se comunicar com os visitantes, uma linguista e um militar são chamados para decifrar as estranhas mensagens dos visitantes.

As duas atrações serão realizadas no auditório do IMECC e são gratuitas e abertas ao público. Não é necessário fazer inscrição prévia. Mais informações podem ser encontradas na página do ciclo de palestras e na página da cIneMatECCa.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Íntegra - Palestras da Extensão: A Internet das coisas e as novas possibilidades no ensino de ciências

 

Na última semana, o professor Eduardo Galembeck, do Instituto de Biologia (IB) da UNICAMP, foi ao Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (IMECC) para falar sobre o uso da internet das coisas no ensino de ciências. Confira a íntegra da apresentação:

 

Na última semana, o professor Eduardo Galembeck, do Instituto de Biologia da UNICAMP, foi ao Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica para falar sobre o uso da internet das coisas no ensino de ciências. Confira a íntegra da apresentação:

Publicado por CEPID - CeMEAI em Terça, 27 de junho de 2017

IMECC promove palestra sobre a internet das coisas no ensino de ciências

Professor Eduardo Galembeck, do IB, foi o apresentador

 

Na quarta-feira, o Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (IMECC) da UNICAMP promoveu uma palestra do professor Eduardo Galembeck, do Instituto de Biologia. Galembeck falou da utilização da internet das coisas no ensino de ciências. Veja como foi o evento:

 

Na quarta-feira, o Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica da UNICAMP promoveu uma palestra do professor Eduardo Galembeck, do Instituto de Biologia. Galembeck falou da utilização da internet das coisas no ensino de ciências. Veja como foi o evento:

Publicado por CEPID - CeMEAI em Sexta, 23 de junho de 2017

IMECC exibe documentário sobre a vida de Alan Turing

Instituto também promoverá palestra sobre a internet das coisas

 

codebreaker

 

A seção de extensão do Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (IMECC) da UNICAMP organizará duas atividades nesta semana.

Na quarta-feira (21), o professor Eduardo Galembeck, do Instituto de Biologia da UNICAMP, será o apresentador das Palestras da Extensão. O tema do evento é a internet das coisas e as possibilidades que ela traz no ensino de ciências. A apresentação começará às 13h.

A sexta-feira (23) será de cIneMatECCa, com o britânico “Codebreaker”, de 2011. A obra é um documentário que conta a história de Alan Turing e de sua relação com o psiquiatra Franz Greenbaum, que conviveu com Turing nos últimos 18 meses da vida do cientista. A obra também traz relatos de outras pessoas que conviveram com Turing e entrevistas com especialistas da área de tecnologia e ciência avançada. A exibição do documentário começará às 15h30.

As duas atividades serão realizadas no auditório do IMECC e são abertas ao público. Confira o resumo da palestra de quarta-feira:

O avanço das novas tecnologias de informação e comunicação trouxe contribuições significativas para o ensino de ciências. Além disso, o rápido ritmo de introdução de novas tecnologias em laboratórios de pesquisa cria a necessidade de sua implantação oportuna nas salas de aula. Infelizmente, na maioria dos casos existe um grande intervalo de tempo entre a adoção generalizada de novas tecnologias de pesquisa e sua disponibilidade para estudantes em cursos regulares. Um caso notável foi a disseminação de computadores pessoais que trouxe muitos benefícios à educação científica. Computadores tornaram informações de fontes diversas e distantes prontamente disponíveis para estudantes e professores na sala de aula, laboratórios de ensino e em casa. Alguns exemplos dos benefícios propiciados pelos computadores pessoais para a educação científica são: a possibilidade de interação com modelos e seu desenvolvimento, a capacidade de armazenamento, tratamento, troca e visualização de dados, bem como a possibilidade de simulação de sistemas complexos. A capacidade de ter as coisas (instrumentos, equipamentos, sensores, atuadores) conectados à internet abriu uma perspectiva única para a educação científica. Os experimentos podem ser planejados e os dados podem ser coletados e interpretados remotamente, usando dispositivos pessoais e equipamentos que podem ser disponibilizados aos alunos para operação remota, a partir de suas escolas. Esta palestra apresentará exemplos e possibilidades que internet das coisas possibilita no ensinar ciências fazendo ciência.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Página 1 de 3