Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Russian Spanish

Pesquisas são apresentadas para convênios com a prefeitura de São Carlos

Contribuições viriam nas áreas de coleta de resíduos e prevenção de alagamentos

 

enoe

 


O secretário municipal de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia de São Carlos, José Galizia Tundisi, recebeu na sexta-feira, dia 9 de novembro, membros do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI) para conhecer pesquisas que poderiam contribuir com melhorias no município como prevenção de enchentes ou otimização da coleta e gestão dos resíduos de lixo.
 

Representaram o CeMEAI o coordenador de Transferência Tecnológica, Francisco Louzada Neto, o gestor de Educação e Difusão do Conhecimento, Gustavo Blengini Faria, o pesquisador da área de inteligência computacional Jó Ueyama e a pesquisadora Caroline Godoy.

O primeiro projeto apresentado foi o Sistema de Gestão de Resíduos Sólidos (SISGERES). Trata-se de um sistema desenvolvido em plataforma de software livre que pode ser customizado para demandas de prefeituras ou empresas interessadas em melhorar a gestão dos resíduos sólidos gerados e se adequarem às leis vigentes.  “Desenvolvemos um sistema com base matemática e estatística que permite captar e analisar, em tempo real, informações sobre volume, origem, destino, reciclagem, entre outras, subsidiando iniciativas do município”, explicou Francisco Louzada Neto.

“Temos muito interesse na concretização dessa parceria com a prefeitura de São Carlos. Será uma oportunidade ímpar de vermos nossos esforços tecnológicos se transformando em política pública baseada em evidências”, opinou Louzada.

 

Alerta contra enchentes

E contribuir com os municípios em ações de prevenção e alerta contra alagamentos é a proposta de uma pesquisa também apoiada pelo CeMEAI e coordenada por Jó Ueyama que resultou no e-Noé, uma rede de sensores sem fio para monitorar rios e córregos urbanos. O dispositivo já pode ser operado e é formado por um conjunto de sensores submersos instalados em vários pontos do rio sujeitos a alagamentos.

Segundo Ueyama, o e-Noé já foi testado com bons resultados nos córregos Monjolinho e Tijuco Preto, de São Carlos, que costumam transbordar, e continua sendo aprimorado.

Na apresentação à prefeitura os resultados da pesquisa foram apresentados. Os sensores detectam alterações na altura da coluna d’água. Câmeras registram o nível das águas e as informações podem ser acessadas pela Defesa Civil.

 “Não há necessidade de ir até a estação para extrair dos dados, essa tecnologia disponibiliza as informações em tempo real para uma conexão de nuvem e o sistema pode emitir alertas de enchentes automaticamente”, explicou o pesquisador.

O sistema também permite incorporar sensores de poluição que poderiam monitorar a qualidade da água.

Segundo Jó Ueyama a reunião foi importante para estreitar laços de transferência tecnológica com a Prefeitura de São Carlos, solicitar a limpeza das áreas assoreadas próximas do local onde os sensores estão instalado e requerer a energização dos pontos de sensores que agora encontram-se em funcionamento. “Foi muito importante o encontro para a consolidação da parceria e para aproximação da IES como a USP com as frentes que proverão serviços para a população brasileira”, finalizou.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira- Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Pesquisa auxilia Polícia Ambiental de Itapetininga a monitorar áreas desmatadas

Sistema computacional de processamento inteligente de imagens já está operando na região

 

Pesquisa auxilia Polícia Ambiental de Itapetininga a monitorar áreas desmatadas

Uma pesquisa coordenada por um membro do CEPID - CeMEAI utiliza ciência de dados para auxiliar a Polícia Ambiental de Itapetininga/SP a detectar áreas desmatadas com mais eficiência e rapidez. Conheça o projeto: https://goo.gl/3LoViu

Publicado por CEPID - CeMEAI em Terça-feira, 30 de outubro de 2018

 

Utilizar ferramentas computacionais para atacar problemas do meio ambiente é a proposta de um projeto que tem o apoio do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI) e da FATEC de Capão Bonito e coordenação do pesquisador Carlos de Oliveira Affonso, professor da Unesp/Itapeva/SP. 

Um programa computacional está sendo desenvolvido junto ao comando da 6ª Cia da Polícia Ambiental de Itapetininga, interior de São Paulo, com principal objetivo de auxiliar na detecção de áreas desmatadas.

Os pesquisadores utilizaram bases de dados conhecidas para desenvolver o sistema que identifica áreas críticas com perdas de vegetação nativa e diferenças de cobertura vegetal. O programa automatiza com agilidade e maior eficácia o trabalho que atualmente é feito de forma visual pelos policiais.

“Nós reescrevemos o programa baseado nas experiências que temos em outras bases de dados, rodamos com resultados de bases de dados reais e tivemos os primeiros resultados. Será possível atacar já nas áreas específicas em que existe um potencial de perda de vegetação. Então, nós pretendemos ganhar em velocidade e também em um ataque mais estratégico a essas áreas críticas, não havendo necessidade de fazer varredura uma a uma”, comentou Affonso.

Ainda segundo o pesquisador programa leva em torno de 40 segundos para analisar uma área de 1 km². “Um operador humano leva muito mais tempo, além do programa de computador ter mais referências, o que é muito mais eficiente do que um olho humano pode fazer”, observou.

O Capitão da Polícia Ambiental Jeferson Souza explica que para cobrir uma área de 26 municípios, com quase 20 mil quilômetros quadrados, o policial militar que trabalha com monitoramento levaria um tempo considerável na visualização dos quadrantes até concluir uma suspeita de desmatamento em determinada área. “E muitas vezes, a equipe vai até a área e a realidade é diferente da visualizada ou trata-se de uma área de extração legal de vegetação”, comentou o Comandante.

Ele lembra ainda que a ciência da computação pode ser uma importante aliada nas autuações. “Normalmente, as pessoas tendem a dizer que não incorreram em infrações, mas com um sistema desses, dificilmente, a pessoa vai conseguir ganhar algum tipo de recurso porque são registros conclusivos de que havia em um dado momento uma vegetação ali, e em outro momento, essa vegetação não está mais. Se a pessoa possui licença pra fazer a retirada, está autorizada, mas caso contrário, ela vai ser autuada também com base no programa”.

Em outra etapa, o programa ainda poderá auxiliar na identificação da origem das madeiras apreendidas durante as operações policiais. Será baseado no software NeuroWood que já auxilia empresas madeireiras na classificação de produtos quanto à qualidade e outras características.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Divisões justas são tema do último Seminário de Coisas Legais do ano

Aluno de mestrado do ICMC apresentou o Teorema do Sanduíche de Presunto

 

Você já ouviu falar no Teorema do Sanduíche de Presunto? Ele foi o tema do último Seminário de Coisas Legais de 2018, realizado na sexta-feira (26) no Icmc Usp. Veja como foi a apresentação de Leandro Mauri:

Publicado por CEPID - CeMEAI em Segunda, 29 de outubro de 2018

 

Imagine que você possui um sanduíche de presunto e quer repartir com um amigo de forma que os dois fiquem com uma quantidade igual do pão de cima, do pão de baixo, e é claro, do presunto. Porém você não está disposto a fazer mais de um corte simples com uma faca para isso. O Teorema do Sanduíche de Presunto poderia ajudar e foi tema da apresentação do aluno do ICMC/USP, Leandro Vicente Mauri, último Seminário de Coisas Legais deste ano que ocorreu na sexta-feira, dia 26. Veja como foi.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Palestra no IMECC fala de pesquisas de intenção de voto nas eleições

Evento foi realizado na tarde de ontem (25)

 

Na tarde de ontem, o Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (IMECC) da UNICAMP recebeu o professor Sérgio Wechsler, do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP, em mais uma edição do ciclo de palestras "A Terceira Margem". Veja como foi a apresentação sobre probabilidade e eleições:

 

Palestra no IMECC fala de pesquisas de intenção de voto nas eleições

Na tarde de ontem, o Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica da UNICAMP recebeu o professor Sérgio Wechsler, do IME-USP, em mais uma edição do ciclo de palestras "A Terceira Margem". Veja como foi a apresentação sobre probabilidade e eleições:

Publicado por CEPID - CeMEAI em Sexta, 26 de outubro de 2018

IMECC promove palestra sobre probabilidade e eleições

Evento será realizado nesta quinta-feira (25)

 

stat

 

O Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (IMECC) da Unicamp promoverá, nesta quinta-feira (25), mais uma edição do ciclo de palestras "A Terceira Margem". O apresentador do evento será Sergio Wechsler, professor do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP, que falará sobre probabilidade nas eleições. Confira o resumo da palestra:

"Probabilidade, distância e números naturais talvez sejam as abstrações matemáticas que mais permeiam o cotidiano de todos. A dúvida Qual a chance de chover hoje? é familiar a qualquer cidadão. Com pesquisas de intenção de votos divulgadas diariamente, as chances de Fulano ou Beltrano serem eleitos se juntam àquelas de eventos meteorológicos, esportivos e tantos outros. 
No entanto, no caso de eleições e suas “experimentações” (as pesquisas), o pobre cidadão é exposto a termos como “margem de erro”, “nível de confiança” e “empate técnico”, terminando quase sempre em estado de confusão. Tal confusão não é uma questão de jargão, muito menos de má transmissão de conhecimento científico da academia para o público. Há aqui uma importante questão estrutural levando, esta sim, a esse estado de coisas".

As palestras do ciclo são abertas ao público e não é necessário fazer inscrição prévia. O início do evento está programado para às 13h.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Assessoria de Comunicação do CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Seminário de Coisas Legais apresenta o Teorema do Sanduíche de Presunto

Evento será realizado nesta sexta-feira (25)

 

scl presunto pre

 

O Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP em São Carlos promoverá, nesta sexta-feira (25), mais uma edição do Seminário de Coisas Legais. O apresentador do evento será Leandro Vicente Mauri, aluno do próprio ICMC, que falará sobre o Teorema do Sanduíche de Presunto. Confira o resumo da palestra:

"Imagine que você possui um sanduíche de presunto e quer repartir com seu amigo de forma que os dois fiquem com uma quantidade igual do pão de cima, do pão de baixo, e é claro, do presunto. Porém você não está disposto a fazer mais de um corte simples com uma faca para isso. Será que é possível? A resposta para isso pode ser dada por um… TEXUGO!!! E o mesmo problema com um misto quente??? Isto é, o mesmo sanduíche adicionado de queijo? Será que é possível? Descubram nesse seminário!"

O Seminário de Coisas Legais é um evento aberto ao público e não é necessário fazer inscrição prévia. O início do evento está programado para às 13h13.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Assessoria de Comunicação do CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

São Paulo Dynamical Systems days reúne especialistas em São Carlos

Evento conta com minicursos e palestras para discutir avanços em Sistemas Dinâmicos

 

IMG 1690

 

A teoria dos Sistemas Dinâmicos estuda o comportamento das regras que governam nosso mundo e atrai interessados das mais diversas áreas da Matemática, Física, Química, Biologia, entre outras. Durante três dias, entre 24 e 26 de outubro, o evento São Paulo Dynamical Systems days ocorre no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC/ USP), em São Carlos, com objetivo de discutir avanços em diferentes tópicos, desde aspectos de aleatoriedade a bifurcações. Pesquisadores renomados foram convidados para palestras e minicursos sobre seus conhecimentos dirigidos a alunos e professores interessados no assunto.

Dmitry Turaev, professor de Sistemas Dinâmicos na Imperial College London, veio para falar sobre o tema: On positive metric entropy problem. O primeiro dia de evento também contou com cursos de palestrantes como Lorenzo Díaz e Vilton Pinheiro.

Nomes que atraíram a atenção de cinco colegas da Universidade Federal de Minas Gerais que vieram juntos para o evento. Ana Carolina Dias do Amaral é graduada em Matemática e aluna de doutorado na área de Sistemas Dinâmicos. “Os palestrantes são referências nesta área e não poderíamos perder esta oportunidade de adquirir tantos conhecimentos”, disse.

O professor Tiago Pereira, do ICMC/USP e pesquisador do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), coordena o evento ao lado de Ali Tahzibi, também do ICMC, e falou sobre a intenção dos organizadores. “Esta é uma das áreas mais fortes da Matemática no Brasil, debater avanços no tema por intermédio de escolas rotativas e eventos como este são importantes para evolução das pesquisas”, comentou.

O São Paulo Dynamical Systems days tem apoio do CeMEAI, Instituto Serrapilheira e The Royal Society.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Axioma da Escolha no Seminário de Coisas Legais

Aluna do ICMC usou problema do chapéu na apresentação

 

A aluna de graduação Amanda Figur do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC/ USP) apresentou nesta sexta-feira, 19, a edição do Seminário de Coisas Legais que teve como tema “Problemas de tirar o chapéu” para enunciar o Axioma da Escolha. Veja como foi:

 

Axioma da Escolha no Seminário de Coisas Legais

A aluna de graduação Amanda Figur, do Icmc Usp, apresentou a edição de hoje do Seminário de Coisas Legais. O tema foi “Problemas de tirar o chapéu” para enunciar o Axioma da Escolha. Veja como foi:

Publicado por CEPID - CeMEAI em Sexta, 19 de outubro de 2018

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Tese de membro do CeMEAI recebe prêmio no SINAPE

Doutorado de Pedro Luiz Ramos foi defendido no ICMC/USP

 

premio sinape

 

A tese de doutorado "Bayesian and classical inference for the generalized gamma distribution and related models", defendida em fevereiro de 2018 no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP São Carlos, recebeu o 2º Lugar no Prêmio de Melhor Tese de Doutorado no Simpósio Nacional de Probabilidade e Estatística (SINAPE), maior evento da área da América Latina.

O trabalho é de autoria de Pedro Luiz Ramos e foi orientado pelo professor Francisco Louzada Neto, Coordenador de Transferência de Tecnologia do CEPID-CeMEAI, por meio do Programa Interinstitucional de Pós-Graduação em Estatística USP-UFSCar. A tese aborda novos estimadores em forma fechada não viciados para algumas importantes distribuições probabilísticas. “O resultado principal é a proposição de novos métodos de estimação em forma fechada para alguns modelos estatísticos que necessitam ser calculados em tempo real e com o mínimo de custo computacional. Tais estimadores podem ser utilizados, por exemplo, para descrever diferentes tipos de sinais recebidos em celulares e drones”, detalha Pedro.

A premiação, que é dada a cada dois anos pela Associação Brasileira de Estatística (ABE), às melhores teses em estatística, defendidas nos dois anos anteriores. Nesta edição, o prêmio foi dado às melhores teses defendidas no período de 2016 a 2018 e foi entregue no dia 27 de setembro em São Pedro, SP, durante o 23º SINAPE.

“Estamos muito contentes com esse importante reconhecimento da qualidade do trabalho realizado pelo Pedro na sua tese. Particularmente, porque ele faz uma integração estruturada entre prática e teoria, o que está totalmente em acordo com a missão do CeMEAI”, ressalta Louzada.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Seminário de Coisas Legais discutirá estilo de problemas

Aluna de graduação do ICMC/USP fará apresentação nesta sexta-feira (19)

 

frame 2

 

A aluna de graduação Amanda Figur do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC/ USP) fará nesta sexta-feira, 19, a apresentação de mais uma edição do Seminário de Coisas Legais que traz o tema “Problemas de tirar o chapéu”. Alguns problemas matemáticos tem mais "estilo" do que outros, explica Amanda. “O seminário apresentará alguns problemas envolvendo estilo: onde já se viu tantas pessoas não saberem a cor do próprio chapéu? Veremos que, mesmo que elas não saibam, é possível que elas adivinhem e apenas uma "pequena" parte delas erre. Veremos também o que o Axioma da Escolha tem a ver com tudo isso”.

A apresentação tem início às 13h13, no auditório do bloco 6 do ICMC.

Mais informações sobre o Seminário de Coisas Legais na página do evento.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Página 1 de 42