VANT pulverizador

Notícias Relacionadas

Pesquisadores

Jó Ueyama, Bruno Faiçal

A ideia do estudo é criar um equipamento que faça pulverizações sem depender de uma pessoa para controlá-lo. Utilizando a inteligência computacional, o VANT é monitorado por uma central eletrônica, que faz todos os cálculos necessários para despejar o agrotóxico no local exato e não poluir o meio-ambiente.

São vários agentes envolvidos, como um anemômetro, para medir a velocidade e a direção do vento, e uma estação base. Todos eles conversam entre si para fazer com que o agrotóxico caia na região correta.

Os voos são pré-programados. Uma rota desejada é estabelecida e passada para o computador de bordo do VANT. No local onde o voo é realizado, o VANT só precisa de ajuda para ser colocado no ar. Sozinho, ele segue a rota pré-estabelecida.

O objetivo é levar o sistema para uma aeronave de grande porte, que cubra uma área maior.

Última modificação em Segunda, 27 Junho 2016 20:37